26/03/2019 às 15h25min - Atualizada em 26/03/2019 às 15h25min

Carlinhos Brown comemora show no Lollapalooza: ‘Esperamos 16 anos por esse encontro’

Cantor dá spoiler de repertório dos Tribalistas para o festival de música em São Paulo e diz que gostaria de ver a apresentação do americano Lenny Kravitz no evento


Carlinhos Brown está na contagem regressiva para o show do Lollapalooza 2019. O técnico do The Voice Kids, que acabou de voltar do Uruguai e da Argentina onde se apresentou com o trio musical Tribalistas, é só emoção ao contar sobre os planos e shows da turnê ao lado dos músicos Marisa Monte e Arnaldo Antunes. Veja vídeo com bate-papo nos bastidores do reality!
Uma das principais atrações do festival de música na sexta-feira, 5 de abril, em São Paulo, Brown comemora mais uma apresentação especial com o grupo . “A minha relação com o Lolla é a melhor possível, principalmente com as coisas que já fiz fora do Brasil... É tudo muito bem feito e o line-up mistura tendências do mundo inteiro”, resume ele, que elogia o americano Lenny Kravitz. “O show dele é um dos que eu gostaria de ver. Acho incrível”, afirma o músico.
 

 
Mas como será a apresentação dos Tribalistas, uma das principais atrações da primeira noite? Empolgado, Brown responde rápido.
 

“(será) carregada de respeito ao público. Claro que os hits não faltarão, afinal nós esperamos 16 anos por esse encontro. Nós vamos estar com todo o gás, com toda a preparação, muito felizes...”, resume Carlinhos Brown, que dá spoiler do setlist logo na sequência.

 

 

“Será uma delícia. E claro que músicas como 'Velha infância' e 'Já Sei Namorar' não irão faltar nesse show (...) Marisa, Arnaldo e eu estamos em gratidão por este momento, e o Lollapalooza será um grande momento, de não só agradecermos, mas de encerramento da turnê, embora nós tenhamos um desejo de finalizar, de fazer um final em Salvador, na Bahia, lá no Museu do Ritmo”, planeja Brown, que acabou de rodar alguns países da América Latina.

 

 

“Fizemos apresentações no Uruguai e na Argentina. Foi inusitado porque fizemos as apresentações em estádios, tipo arenas com capacidade para 10 mil pessoas e ingressos esgotados, 'sold out'. As pessoas cantando todas as canções... Foi incrível a acolhida deles”, agradece Brown.

 

 
Fonte: Gshow Globo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »