Destakinews Publicidade 728x90
30/06/2023 às 14h24min - Atualizada em 30/06/2023 às 14h24min

Namorado que matou Brenda com facada no pescoço disse que cometeu crime para se defender

Em coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (30), na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), as delegadas Elaine Benicasa e Analu Ferraz falaram sobre o feminicídio de Brenda Possidonio de Oliveira, de 25 anos, que ocorreu na noite dessa quinta-feira (29), em .

De acordo com a delegada Benicasa, o autor teria contado que a briga entre o casal iniciou-se por causa de uma discussão por ciúmes e que ele golpeou Brenda no pescoço para se defender, mas a delegada foi enfática ao dizer que a vítima estava com uma faca de serra e que ele poderia ter tomado dela sem cometer o crime.

O autor ao ver Brenda com a faca de serra pegou uma faca maior e golpeou a jovem no pescoço que morreu na frente de sua casa. O casal estaria junto há pelo menos quatro meses e nenhum boletim de ocorrência de violência doméstica havia sido registrado por Brenda, mas o autor tem passagens por furto e por agredir uma ex-companheira.

O filho de 7 anos viu a mãe morrer e segundo relatos de testemunhas, a criança teria batido de porta em porta pedindo ajuda para salvar Brenda. Vizinhos que viram o desespero da criança a acolheram até a chegada da polícia.

O menino já havia perdido o pai para a Covid e agora será entregue para a avó. Ele ainda teria questionado se havia salvado a mãe dele para a vizinha, ‘eu salvei minha mãe?”, questionou. 

O autor depois do crime tentou se matar e foi internado sob escolta na Santa Casa. De acordo com Benicasa foram registrados quatro feminicídios em Mato Grosso do Sul, e o número reduziu pela metade em relação ao ano passado. 

O feminicídio

A polícia foi acionada por volta das 23 horas pelos vizinhos que ouviram os gritos de socorro de Brenda e do filho dela. O autor a esfaqueou no pescoço, e segundo uma vizinha ao ouvir os gritos saiu para ver o que estava ocorrendo e flagrou Brenda com sangramento no pescoço e a criança correndo atrás do autor. "Você matou minha mãe", teria dito o menino ao autor.

A criança ainda quis ajudar a mãe, tentando estancar o sangue que jorrava do pescoço, mas Brenda morreu na calçada da casa da vizinha. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas Brenda já estava morta. Os militares foram ao local e com o endereço do autor foram até a residência dele.

Logo após o crime, o rapaz mandou mensagens para a mãe de Brenda dizendo que havia matado a filha dela, como também mandou mensagens para um vizinho contando sobre o crime.

Ele ainda tentou cometer suicídio após o feminicídio, mas foi salvo pelos familiares que chegaram a casa a tempo. O autor foi levado para a Santa Casa, onde está internado sob escolta policial pelo crime. 

Fonte: Midiamax

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Destakinews Publicidade 1200x90