01/03/2019 às 15h23min - Atualizada em 01/03/2019 às 15h23min

Urbs recorre de adiamento, e TJ determina cobrança do reajuste da passagem a partir deste sábado (2) em Curitiba

O valor da passagem vai passar de R$ 4,25 para R$ 4,50 tanto para os ônibus que circulam dentro da capital, quando para os que fazem as linhas integradas da Região Metropolitana saindo de Curitiba

O presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Adalberto Jorge Xisto Pereira, determinou a suspensão da liminar que previa o adiamento do reajuste da passagem de ônibus em Curitiba.
Com isso, o valor, que passou de R$ 4,25 para R$ 4,50, passa a valer a partir da 0h deste sábado (2).
O assunto tem gerado polêmica na capital. Primeiro, a Prefeitura de Curitiba tinha anunciado que o reajuste entraria em vigor no dia 28 de fevereiro. Depois, a 2ª Vara da Fazenda Pública pediu o adiamento da data para o dia 25 de março.
O juiz Thiago Flôres Carvalho, que aceitou o pedido de adiamento, afirmou que o prazo de uma semana entre o anúncio e o reajuste era "insuficiente para que haja uma programação por parte dos principais afetados pela medida".
O pedido tinha sido feito pela vereadora Professora Josete (PT) e pelo deputado estadual Goura (PDT), e também citava como motivos para a suspensão a existência de uma ação civil pública pedindo a nulidade dos atuais contratos do transporte público da cidade e a comparação entre os aumentos desde 2015 e a inflação no período, mas os argumentos foram desconsiderados pelo juiz.
O recurso desta sexta-feira (1º), que foi acatado pelo TJ-PR, foi feito pela Urbanização de Curitiba (Urbs) - a empresa que gerencia o transporte público em Curitiba.
A empresa diz que "o preço da passagem se manteve inalterado nos dois últimos anos e o reajuste aplicado foi menor do que a inflação (IPCA) no período – 5,8% contra 6,7%".
O novo valor vale tanto para os ônibus que circulam dentro da capital, quando para os que fazem as linhas integradas da Região Metropolitana saindo de Curitiba.
Em nota, o deputado Goura e a vereadora Josete lamentaram a decisão do TJ-PR e disseram que vão recorrer.
 
Novos valores na Região Metropolitana de Curitiba
 
Desde essa quinta-feira (28), os usuários do transporte público das cidades da região metropolitana já estão pagando mais caro na tarifa dos ônibus. Segundo a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), os valores variam de acordo com o município, mas o reajuste médio é de 3,6%.
Confira as tarifas e as respectivas cidades onde elas serão aplicadas:
 
  • Primeiro anel - tarifa única de R$ 4,50 reais
Cidades: Almirante Tamandaré, Araucária, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Fazenda Rio Grande, Pinhais e São José dos Pinhais.
 
  • Segundo anel - tarifa de R$ 4,75, reajuste médio de 3,6%
Balsa Nova, Campina Grande do Sul, Itaperuçu, Piraquara, Quatro Barras e Rio Branco do Sul.
 
  • Cidades que pagam tarifa de R$ 6,50 e ficam mais distantes da capital não terão reajuste
Agudos do Sul, Contenda, Mandirituba, Quitandinha e Bocaiúva do Sul (R$ 5,30).
 
Fonte: G1 Globo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »