Destakinews Publicidade 728x90
22/11/2022 às 08h59min - Atualizada em 22/11/2022 às 08h59min

Pistoleiro que atirou contra mecânico é preso no MT e disse que recebeu R$ 2,4 mil pelo crime

Foi preso na noite de segunda-feira (21), o pistoleiro contratado para matar o mecânico de 40 anos, ferido a tiros na cabeça, no dia 12 deste mês, na cidade de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande. O autor foi preso em Mato Grosso.

O crime já estaria sendo planejado a pelo menos dois meses pelo mandante do crime, que pagou R$ 2.400 e depois do homicídio consumado receberia mais R$ 15 mil. De acordo com o delegado Caio Ducatti, o crime foi motivado por uma desavença trabalhista entre o mandante e a vítima.

O autor conheceu o mandante do crime, um empresário da cidade, em uma clínica quando veio para o Estado fazer tratamento de reabilitação. Ainda segundo o relatado para o site O Correio News, o empresário João Batista, cometeu suicídio dias depois do crime. 


 O empresário teria dito ao pistoleiro que a vítima era traficante e que estava ameaçando a família dele e precisa dos serviços do pistoleiro. A briga entre autor-mandante e vítima começou devido a um desentendimento na relação de trabalho. O empresário teria, inclusive, fornecido a arma utilizada no crime Após alta médica da vítima, ele deve ser ouvido na delegacia para prestar maiores esclarecimentos.

O autor que tem mais de 60 condenações teve a prisão preventiva decretada.
Mecânico ficou cego

No último boletim médico divulgado pela Santa Casa, o mecânico segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e o estado de saúde é grave, mas estável. Ele foi ferido a tiros na cabeça e na região cervical, tendo vários focos de sangramento e inchaço cerebral.
 A lesão gravíssima no olho esquerdo é irreversível e causou cegueira na vítima. O mecânico está em coma, intubado e respira com ajuda de aparelhos.

Fonte: Midiamax


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Destakinews Publicidade 1200x90