28/02/2019 às 14h04min - Atualizada em 28/02/2019 às 14h04min

Preso em Goiás suspeito de matar companheira e colocar fogo em casa com corpo dentro

Crime aconteceu no dia 9 de fevereiro em Gurupi (TO), e desde então o suspeito estava foragido. Polícia acredita que ele enforcou companheira antes de incendiar residência

A Polícia Civil do Estado do Tocantins prendeu na noite desta quarta-feira (26), em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, Magno Nicolau Soares, 32 anos, suspeito de matar a companheira Ilda Pereira Lima, 69 anos. O crime ocorreu no dia 9 de fevereiro deste ano, em Gurupi (TO). O corpo da vítima foi encontrado carbonizado após incêndio em sua casa.
Na delegacia de Trindade, Magno negou o crime. O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito.
A prisão foi feita por uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Gurupi (TO). Segundo informações do delegado responsável pelo caso, Hélio Domingos de Assis Alves, ficou comprovado, durante as investigações, que Magno matou a vítima enforcada com um fio e logo após ateou fogo no corpo dela.
No dia do crime, a equipe plantonista da Delegacia Central de Flagrantes fez o atendimento e pediu a prisão. Porém, Magno estava foragido desde então, e as investigações apontaram que ele estava escondido em Trindade.
“Ao ser ouvido pela autoridade policial da DP de Trindade, Magno negou a autoria do crime. No entanto, há várias contradições nos relatos dele e que não batem com nossas investigações, as quais apontam que, de fato, ele é o autor do crime”, afirmou o delegado Hélio Domingos.
O suspeito foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Trindade e deve ser levado para o Tocantins assim que houver decisão da Justiça.
 
Fonte: G1 Globo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »