20/02/2019 às 16h38min - Atualizada em 20/02/2019 às 16h38min

Na Itália, distribuição do dinheiro da televisão também está condicionada a estádio cheio

Sistema pode ser prejudicial à Juventus, que possui estádio com menor capacidade do que adversários diretos e acaba de tomar € 175 milhões emprestados para reestrutura dívidas

A Itália alterou a maneira como distribui os direitos de transmissãoentre seus clubes, e o sistema que passa a vigorar em 2019 possui variáveis inéditas para o futebol europeu. A principal delas, a quantidade de público que comparece aos estádios.
A distribuição estabelece 50% iguais para todos os membros da primeira divisão, 30% conforme desempenho esportivo e 20% de acordo com fatores ligados à popularidade do clube. O formato é familiar inclusive ao brasileiro. A inovação está contida neste último percentual mencionado.
Dentro do percentual condicionado à popularidade, 8% correspondem às audiências das partidas transmitidas na televisão e 12% representam o público total do estádio. A imagem e o áudio de arquibancadas lotadas valorizam a transmissão, logo faz sentido que as emissoras remunerem melhor quem oferece a elas um bom produto.
O sistema de distribuição veio à tona por causa da Juventus. O clube vai tomar emprestados € 175 milhões para uma reestruturação financeira – operação parecida com a que o Cruzeiro está colocando em prática. Apertada financeiramente pela contratação de Cristiano Ronaldo, a Velha Senhora substituirá dívidas caras por baratas.
Como a Juventus possui ações em Bolsa de Valores e precisa prestar contas minuciosas sobre seus negócios aos acionistas, a diretoria apresentou documento no qual explica a distribuição da verba de televisão, que em seu orçamento representa cerca de 40% do total. A documentação foi publicada pelo site italiano Calcio e Finanza.
O sistema com variáveis apresenta riscos assumidos pelo clube nesta operação de empréstimo, uma vez que a receita dela pode diminuir nos novos moldes. O Juventus Stadium tem capacidade para 41 mil pessoas, enquanto o San Siro, no qual jogam Milan e Inter de Milão, possui 80 mil. Os acionistas da Juventus precisavam ter ciência disso.
 
Como funciona a distribuição da verba de tevê na Itália
 
50% iguais para todos os clubes
30% conforme desempenho
sendo que:
i) 15% pela última temporada
ii) 10% pelas últimas cinco temporadas
iii) 5% por todo o histórico
20% conforme popularidade
sendo que:
i) 8% segundo audiência das partidas
ii 12% mediante público nos estádios
 
Fonte: Globo Esporte
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »