11/08/2021 às 10h45min - Atualizada em 11/08/2021 às 10h45min

Suspeito de feminicídio em Chapadão do Sul tem prisão preventiva decretada

Suspeito de matar a esposa e jogar o corpo na vala de uma lavoura, em Chapadão do Sul, o mecânico Edílson Ramo da Silva, teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia nessa segunda-feira (09).

“A prisão do acusado deve ser mantida pela necessidade da manutenção da ordem pública, por conveniência da instrução criminal e para assegurar a aplicação da lei penal, tendo em vista que o crime em questão teve grande repercussão social e que o indiciado não possuía qualquer intenção de se entregar por sua conduta criminosa. Pelos antecedentes, verifica-se que o indiciado é uma pessoa agressiva, tendo outros processos por violência doméstica, de modo que poderá agir com violência contra as testemunhas, prejudicando a instrução criminal”, justifica o juiz Silvio Cezar do Prado.

Edílson está preso desde quinta-feira (05), quando contou à polícia que a esposa, Elisiane da Silva Alves, de 40 anos, havia sido morta a pauladas por uma outra pessoa e ele, obrigado, levou o corpo até a área rural e enterrou na vala de uma lavoura. No entanto, a polícia não acredita nesta versão.

Crime

Elisiane havia sido vista pela última vez bebendo com o marido e amigos na casa do patrão dele. Uma amiga estranhou o sumiço e avisou a polícia.

O caso começou a ser investigado e uma irmã do suspeito contou que ele havia dito que tinha feito algo errado, porém, não se entregaria. Ela chegou até ser ameaçada por ele depois.

Questionado no primeiro momento sobre não ter avisado a polícia do sumiço de Elisiane, Edílson disse que não fez porque a amiga já havia feito. Ele foi liberado, porém, fez ameaças à irmã e disse que “tinha culpa no que aconteceu” e voltou a ser levado para a delegacia de Polícia Civil, onde contou que ela havia sido morta a pauladas por outra pessoa.

O mecânico levou a polícia até o local onde o corpo da esposa foi encontrado. Diante de várias evidências, ele foi preso em flagrante por ocultação de cadáver e feminicídio.

Fonte: Midiamax


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »