23/06/2021 às 11h21min - Atualizada em 23/06/2021 às 11h21min

Jornalista Fernando de Brito é diagnosticado pela 2° vez com Covid-19

O jornalista Fernando de Brito, 36 anos, proprietário do Site BNC Noticias foi diagnosticado pela segunda vez com Covid-19 após fazer dois testes em laboratório particular.

Fernando realizou nesta terça-feira (22) um novo exame RT PCR que foi encaminhado para o Lacen/MS – Laboratório Central Mato Grosso do Sul, que é considerado “padrão ouro”, como contraprova, para saber se realmente está com a doença pela segunda vez.

Na segunda-feira (21) o paciente realizou um exame particular, sorológico de Covid-19, que mostrou reagente para anticorpos, porém não reagente para a presença do vírus. Por orientação médica do Dr. Felipe Souto, o paciente realizou na manhã desta terça-feira (22), um novo exame o PCR-RT Swab que constatou reagente para o vírus, ou seja, positivo para a Covid-19.

Na tarde deste mesmo dia, um novo teste RT PCR foi realizado na Casa da Gripe no Município e encaminhado ao Lacen/MS como amostra para sequenciamento genômico de Sars-CoV-2 e investigação – caso confirme reagente – de qual tipo de cepa que pode ter acometido.

Em 13 de agosto de 2020, Fernando de Brito fez um teste rápido de sorologia, no Pronto Atendimento Médico (PAM) que constatou que ele havia anticorpos do vírus, porém não reagente naquele momento. Foi uma surpresa para ele. Não havia tido nenhum sintoma, foi um paciente assintomático.

Em nota, o jornalista fez o relato e informou que não tomou nenhuma dose de imunizante contra a Covid-19, pelo fato de sua idade e IMC estar inferior a 40, como é exigido para o grupo prioritário. Já está em isolamento e não sabe como contraiu o vírus, uma vez que evita estar exposto à locais públicos e sempre somente em companhia reservada de seus familiares mais próximos e pessoas de seu convívio, que também tomam medidas sanitárias

1° Caso de reinfecção foi descartado

Na última sexta-feira, dia 18, a Secretária Municipal de Saúde do município informou que um homem de 44 anos era o 1º caso suspeito de reinfecção por Covid-19.

O exame foi coletado e encaminhado ao Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen/MS). O resultado foi negativo para nova infecção.

Reinfecção no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde em janeiro de 2021, esse fenômeno é definido quando uma pessoa recebe positivo em um teste RT-PCR para coronavírus e, 90 dias depois ou mais, novamente testa positivo. Essas ocorrências acendem alerta, por exemplo, para aqueles que já se recuperaram da doença e que acreditam estar totalmente imunes à mesma.

Por se tratar de uma doença com pouco tempo de existência, há mais perguntas do que respostas para a comunidade científica: se há casos específicos que irão se imunizar, se há diferença na primeira ou segunda infecção, entre outras.

Fonte: BNC Noticias


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »