16/06/2021 às 16h02min - Atualizada em 16/06/2021 às 16h02min

Não precisa que professores estejam vacinados’, diz Queiroga sobre aulas presenciais

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta terça-feira (15), na capital goiana, onde cumpre agenda na companhia do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que não é necessário que os professores estejam completamente imunizados contra a Covid-19 para retomar as aulas presenciais. As informações são do 

Segundo Queiroga, o assunto será abordado em reunião nessa quarta-feira (16) do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, com participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e dos presidentes da Câmara e do Senado Federal.

“Vamos levar esse tema de retorno às aulas. Não é necessário que os professores estejam completamente imunizados. É possível voltar com segurança, através de um programa de testagem”, disse o ministro.

O assunto foi abordado após intervenção do médico e deputado federal Zacharias Calil (DEM/GO). Ele expôs que esse tem sido um dos tópicos frequentes de discussão na Comissão Externa da Câmara Federal. “As crianças estão entrando em um quadro de depressão, e está muito sério”, argumentou Calil.

Síndrome da gaiola

Conhecido pelos estudos e cirurgias de separação de siameses, Zacharias citou um fenômeno que, segundo ele, vem acometendo crianças e adolescentes, ao qual ele chama de Síndrome da Gaiola.

“As crianças estão com medo de voltar para a escola. Por que síndrome da gaiola? O pássaro está preso. Você abre a gaiola e o pássaro não quer sair. É o que está acontecendo com os adolescentes do Brasil”, explica.

O governador Ronaldo Caiado aproveitou a oportunidade para reafirmar o plano de retomar as aulas na rede pública estadual de Goiás no dia 2 de agosto. A expectativa é vacinar todos os professores até o final de julho pelo menos em primeira dose.

Queiroga passou a tarde em Goiânia, onde visitou a reinauguração do Hemocentro de Goiás e esteve, também, na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Jardim América, que é um dos pontos de vacinação da capital.

Fonte:JD1 Noticias

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »