14/06/2021 às 10h47min - Atualizada em 14/06/2021 às 10h47min

Mulher é presa por lesão corporal e ameaça a menores de idade

Neste domingo, 13 de junho, a Polícia Militar de Costa Rica foi acionada via telefone 190, para atendimento de agressão. Chegando no local solicitado, no Parque Ecológico da cidade, duas adolescentes dirigiram-se até a viatura, visivelmente abaladas emocionalmente (chorando, voz embargada e trêmula) e relataram aos policiais que foram agredidas por uma mulher desconhecida, no momento em que passavam pela Rua Bocalan, alguns minutos atrás.

Segundo as vítimas, ao passarem em frente à residência da autora, a mesma passou, sem motivo algum, segundo as vítimas, a agredi-las com socos, pontapés, puxão de cabelos, vindo a provocar lesões corporais nas mesmas. Em momento oportuno, as adolescentes conseguiram se desvencilhar da agressora, que portava na mão, um copo de vidro, saindo correndo em direção ao Parque Ecológico.

Diante dos fatos, a Guarnição da Polícia Militar que atendia ao ocorrido, acionou a equipe de plantão do Conselho Tutelar e dirigiu-se até a casa da agressora, para que as vítimas reconhecessem a mesma. Chegando no local e após o reconhecimento, por parte das vítimas, os Policiais Militares deram voz de prisão à autora, identificada inicialmente apenas como Elisandra. Foi informada à autora o motivo da prisão, sendo necessário o uso de algemas, tendo em vista que a mesma aparentava estar bastante agitada e alterada emocionalmente (voz pastosa, andar cambaleante, reativa).

Os policiais conduziram a autora dentro do compartimento de presos da viatura, fins de preservar a segurança da mesma e da equipe policial, além pelo fato de cumprimento das regras de distanciamento da COVID -19.

Todas as envolvidas, vítimas e autora foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde foram apresentados para a autoridade policial para as medidas subsequentes que o caso requeria.

Segundo os policiais, a equipe do Conselho Tutelar, composta pelas Conselheiras; Lara Mirele Morais Prado e Vanderléia Vieira Correia acompanhou todo o procedimento na Delegacia de Costa Rica.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »