17/02/2021 às 09h48min - Atualizada em 17/02/2021 às 09h48min

Casa Abrigo e Família Acolhedora: Ações que garantem proteção, cuidados e garantia de direitos das crianças e adolescentes

Chapadão do Sul conta com importantes projetos de proteção e cuidados para as crianças e adolescentes. Trata-se da Unidade de Acolhimento Casa Abrigo Criança Cidadã e do Programa Família Acolhedora.
A Unidade de Acolhimento Casa Abrigo Criança Cidadã é uma Entidade governamental, co-financiada com recursos do governo Federal, Estadual e Municipal.  Ela atende em regime de moradia provisória para crianças e adolescentes em medidas de proteção que tiveram seus direitos violados e vinculo rompido e que necessitam de proteção integral, oferecendo atendimento personalizado em clima familiar, visando resgatar vínculos familiares, sociais e a cidadania.  Quanto à educação, saúde e lazer, estes são realizados pela rede pública até o retorno para família de origem ou colocação em família substituta. Os encaminhamentos são feitos pelo Juizado da Infância e Juventude.
Já o Programa Família Acolhedora é um serviço que organiza o acolhimento de crianças e adolescentes, afastados da família por medida de proteção, em residência de famílias acolhedoras cadastradas. É previsto até que seja possível o retorno à família de origem ou, na sua impossibilidade, o encaminhamento para adoção. O serviço é o responsável por selecionar, capacitar, cadastrar e acompanhar as famílias acolhedoras, bem como realizar o acompanhamento da criança e/ou adolescente acolhido e sua família de origem. O programa já foi instituído no município por meio da Lei 1.226/2019.
Neste mês, as duas ações receberam uma nova coordenadora: a Assistente Social Vera Goulart. Ela destaca que os primeiros passos à frente da Família Acolhedora será intensificar a divulgações do Programa Família acolhedora, com campanhas e parceria com secretarias, entidades, igrejas e ONG’s, para sensibilizar sobre a verdadeira importância deste projeto.
Já na Casa Abrigo ela destaca que atualmente o espaço cuida de quatro crianças/adolescentes acolhidas, onde todas participam de atividades extracurriculares, além das escolas, eles participam do curso de robótica, aulas de natação e irão iniciar também aulas de instrumentos musicais no Projeto Música e Arte.

A secretária de Assistência Social, Maria das Dores, ressalta que o cuidado e o acolhimento das crianças e adolescentes são prioridades da Pasta, por isso, a Secretaria de Assistência Social dará todo o apoio para o Programa Família Acolhedora e a Casa Abrigo, e deseja um bom trabalho para a nova coordenadora.

Fonte: Prefeitura de Chapadão do Sul
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »