08/10/2020 às 11h43min - Atualizada em 08/10/2020 às 11h43min

Homem ferido é resgatado de sequestro após criminosos baterem caminhonete roubada em poste, em Catalão

Gravação mostra o acidente. Segundo a PM, trio roubou veículo dele, o atropelou e o jogou na carroceria. Ele sobreviveu, foi internado em hospital com trauma na cabeça, mas fugiu do hospital.

Um homem foi socorrido com ferimentos graves da carroceria de uma caminhonete após o veículo bater em um poste, em Catalão, no sudeste goiano. De acordo com registro da Polícia Militar, a vítima teve a VW Amarok roubada por três criminosos, foi atropelada, sequestrada e, na fuga, os autores se envolveram no acidente, que foi flagrado por câmeras de monitoramento.

A batida aconteceu na manhã de quarta-feira (7). Moradores que ouviram o barulho do acidente chamaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Segundo os bombeiros, o homem estava amarrado na carroceria da caminhonete com um corte profundo na cabeça. Ele recebeu os primeiros atendimentos no local e foi levado para a Santa Casa de Catalão.

O hospital informou que o paciente chegou à unidade de saúde muito machucado, mas que fugiu do local.
 

A Polícia Militar registrou que a vítima foi sequestrada por volta de 16h do dia anterior e estava em poder dos criminosos desde então. A corporação recebeu algumas denúncias anônimas e, após buscas, conseguiu prender dois suspeitos do crime.

Ainda de acordo com a corporação, eles confessaram que estavam bebendo e usando drogas com a vítima quando decidiram roubar o veículo dela. No relato deles à PM consta ainda que a vítima tentou impedi-los de levar a caminhonete e, nesse momento, foi atropelada, tendo caída desmaiada ao chão.

Segundo os registros policiais, os autores acharam que o homem estava morto e o amarraram à carroceria da Amarok com a intenção de abandonar o corpo em algum lugar.
 

Quando os autores fugiram, acabaram batendo a caminhonete em um poste, o que foi gravado por câmeras de monitoramento, e fugiram a pé, deixando a vítima e o carro para trás.

A PM prendeu os dois investigados e levou-os à Polícia Civil, que deve investigar o caso. Segundo registro da corporação, há um terceiro autor que é visto no vídeo, mas nenhum outro suspeito do crime foi localizado ou preso.

Fonte: G1Goiás


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »