08/09/2020 às 11h31min - Atualizada em 08/09/2020 às 11h31min

Acusado de estuprar e matar mulher achada nua em lote é preso novamente, em Aparecida de Goiânia

Suane Leão, 38, foi achada com lesões na cabeça e sinais de violência sexual. Acusado do crime já tinha ficado 60 dias detido temporariamente, mas foi solto. Crime ocorreu em março,

Após quase três meses foragido, o homem acusado de estuprar e matar uma mulher foi preso novamente. Suane Peres Leão, de 38 anos, foi encontrada nua em um lote baldio, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital, em março deste ano. Ela apresentava lesões na cabeças e sinais de violência sexual.

Apontado como autor do crime, Wender Rodrigues da Silva chegou a ser detido dias após o crime e ficou dois meses na cadeia. No entanto, durante o trâmite da conclusão do inquérito, a prisão preventiva venceu, e ele teve de ser solto. Um novo mandado foi expedido pela Justiça em junho e, desde então, ele era procurado.

G1 não conseguiu localizar a defesa de Wender até a última atualização desta reportagem.

A polícia não divulgou detalhes da prisão. O corpo da mulher foi encontrado no dia 2 de março, em um terreno do Jardim Tiradentes. O laudo apontou que ela morreu por asfixia mecânica, o que indica que ela foi esganada.

No final de julho, o juiz Leonardo Fleury Curado Dias, da 4ª Vara Criminal de Aparecida de Goiânia, aceitou a denúncia contra Wender por estupro e homicídio, tornando-o réu.
 

Imagens mostram discussão

 

Imagens divulgadas pela polícia mostram o suspeito discutindo com a vítima próximo ao local onde ela foi encontrada morta.

“As imagens mostram que ele a perseguiu quando saiu do bar para voltar para casa. Ele já estava a importunando e ela tentando se desvencilhar, inclusive, a gente percebe quando ele inicia as agressões, jogando-a no chão, ela levanta, foge e ele a persegue”, disse, à época, o delegado Charles Lobo.

Suane deixou seis filhos. Segundo a irmã dela, Karine Leão da Silva, as duas mais novas, de 1 e 3 anos, "choram quase todas as noites".

Fonte: G1Goiás


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »