30/07/2020 às 11h43min - Atualizada em 30/07/2020 às 11h43min

Homem denuncia entulho e até caixão de criança aberto em cemitério de Goiânia: 'Parece filme de terror'

Morador acredita que falta de vigilância facilita a entrada de vândalos e pessoas que utilizam o local para praticar rituais.

O autônomo Daniel Silva, de 53 anos, denuncia o abandono do Cemitério Parque, no Setor Cruzeiro do Sul, em Goiânia. Segundo o morador, no local é possível ver entulho, mato alto, ossadas e até um caixão de criança aberto.

Daniel conta que, todos os dias caminha ao redor do cemitério, e que já está acostumado a ver sujeira espalhada no local. No entanto, na tarde de terça-feira (28), ele ficou foi surpreendido ao presenciar o caixão com o cadáver de uma criança exposto.

 

"Eu achei um absurdo. Parece cenário de filme de terror. É uma total falta de respeito com as famílias que enterram seus entes queridos aqui. São pessoas jogadas como se fossem lixo", diz.

 

De acordo com Daniel, o cemitério não possui nenhum sistema de segurança, o que facilita a entrada de vândalos e pessoas que utilizam o local para praticar rituais.

 

"É comum passar por aqui e ver caixões quebrados, ossos por todo lado. Eu acredito que não deveria ser assim. Respeito todas as religiões, mas é preciso respeitar as pessoas e as famílias delas também", afirma.

 

Em nota, a prefeitura de Goiânia informou que iniciou a construção de um muro em volta do Cemitério Parque e que a obra oferecerá "maior segurança ao local, preservando o respeito e a memória das pessoas ali sepultadas". Disse ainda que a Guarda Civil Metropolitana "continua fazendo rondas diárias na região, buscando evitar a ação de vândalos naquele espaço".

Fonte: G1Goiás

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »