21/07/2020 às 11h16min - Atualizada em 21/07/2020 às 11h16min

Polícia prende quatro suspeitos de matar advogado na frente da esposa, em Goiânia

Vítima foi baleada assim que entrou em carro para ir embora de restaurante, logo após jantar com a mulher e amigos.

A Polícia Civil prendeu quatro suspeitos de matar um advogado criminal de 27 anos no último sábado (18). Além dos investigados, a corporação conseguiu localizar e apreender a arma usada no crime e o carro usado na fuga.

As prisões e apreensões aconteceram nos últimos dois dias, todos em Goiânia. A corporação montou uma equipe com cerca de 30 policiais para investigar o caso, que trabalhou por 50 horas seguidas. As apurações levaram até a ações em outros estados.

Um dos investigados, ao ser preso, confessou ter sido o autor dos disparos. Segundo depoimento dele à polícia, o crime foi cometido porque o autor descobriu que o advogado tivera um relacionamento antigo com uma namorada que o detido teve.

Também segundo o relato, certa vez, ao ir conversar com a vítima em um Fórum, ela foi grosseira com ele.

Os nomes dos presos não foram divulgados e, até a última atualização desta reportagem, o G1 não conseguiu descobrir quem faz a defesa deles para pedir um posicionamento sobre o caso.

 

Homicídio

A vítima estava saindo de um restaurante onde jantara com a esposa e os amigos quando foi baleada. O advogado acabara de entrar no carro para ir embora quando foi atingida pelos disparos feitos por uma pessoa do canteiro central da Avenida Sonnemberg, no Bairro Cidade Jardim.

A esposa dele estava ao lado quando ele foi baleado e morto. O advogado deixa ainda dois filhos pequenos.

Na noite do crime, a Polícia Militar registrou que, segundo relatos de testemunhas, o autor saiu da frente do restaurante, atravessou até o canteiro central e atirou na vítima de lá mesmo e fugiu em um carro.
Fonte: G1Goiás


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »