21/07/2020 às 11h14min - Atualizada em 21/07/2020 às 11h14min

Fiscalização encerra festa com cerca de 80 pessoas em casa de luxo de Caldas Novas; vídeo

Local fora alugado por R$ 3,5 mil para duas diárias podendo abrigar, no máximo, 25 pessoas. Responsáveis foram multados e podem responder por promover aglomeração.

Uma festa com cerca de 80 pessoas foi encerrada por fiscais e policiais em Caldas Novas, na região sul de Goiás. Segundo a prefeitura, o evento com aglomeração, infringindo decreto municipal, era realizado em uma casa de luxo, locada para turismo. A administração municipal apurou que o imóvel fora alugado por R$ 3,5 mil para duas diárias e que comportava, no máximo, 25 pessoas.

A confraternização aconteceu na noite de sábado (18), em um condomínio da cidade. Um vídeo mostra as pessoas sendo abordadas pela Polícia Militar e pelos agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Na gravação aparece até uma moto aquática sendo movida de lugar (assista acima).

Segundo a prefeitura, o dono do imóvel, que é um morador de Goiânia, e o locatário, que vive em Uberlândia (MG), foram autuados por promover o evento em época de pandemia e devem ser multados. O valor dessas multas não havia sido divulgado até a manhã desta terça-feira (21).

O decreto municipal prevê ainda que os responsáveis podem responder criminalmente, por isso, uma cópia do registro da ocorrência deve ser enviada ao Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), que deve avaliar se cabe processo.

Os fiscais que foram ao local informaram que as pessoas que estavam na festa não se opuseram à ação, mas que a maioria estava alcoolizada e precisou se hospedar na cidade. A casa em que ocorria o evento foi interditada.
 

Festa em hotel

O evento não foi único flagrado infringindo as normas impostas pelo decreto municipal que prevê a proteção das pessoas contra o coronavírus. Outra gravação mostra pessoas na área de lazer de um hotel – algumas com máscara e outras sem. Há ainda no local música ao vivo – o que também está proibido, de acordo com o decreto.

O hotel informou à TV Anhanguera que cumpre todas as medidas exigidas para o funcionamento durante a pandemia do coronavírus e que, as pessoas que estavam sem máscara, estavam se alimentando no momento.

 

Novo decreto

 

Na segunda-feira (20), a prefeitura municipal autorizou, a partir de 1º de agosto, a volta dos condohotéis, que são flats alugados para turistas.

O mesmo documento autoriza a volta dos eventos religiosos durante a semana com horários pré-determinados e respeitando a lotação máxima de 30% da capacidade de cada espaço.

Coronavírus em Goiás

 

O boletim da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) de segunda-feira, o mais recente publicado até a manhã desta terça, apontava que mais de 40,8 mil pessoas haviam sido contaminadas, sendo mais de 1,1 mil morreram com a Covid-19.

A prefeitura de Caldas Novas informou que, na cidade, mais de 250 pessoas testaram positivo para o coronavírus, sendo que cinco morreram.

Fonte: G1Goiás


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »