10/07/2020 às 11h53min - Atualizada em 10/07/2020 às 11h53min

Prefeitura de Chapadão do Sul desenvolve ações de combate à violência doméstica e ao feminicídio

A Prefeitura Municipal de Chapadão do Sul, por intermédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, em parceria com a coordenação e equipe técnica do CREAS Ipê, desenvolveu ações de orientações para o enfrentamento e combate à Violência Doméstica, Familiar e ao Feminicídio em tempos de pandemia instalada pela Covid-19.
Dentre essas ações, podemos citar a participação das técnicas de referência que fazem o atendimento direto a essas vítimas no CREAS (Psicólogas e Assistentes Sociais), bem como das técnicas que atuam nos CRAS, no âmbito da prevenção das situações de violação de direitos e as respectivas coordenadoras desses equipamentos de assistência social em um workshop promovido Pela SSPPM – Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres de Mato Grosso do Sul, sob a liderança da Dra. Luciana Azambuja.
O referido workshop ocorreu de forma online, bem como as reuniões quinzenais com as gestoras das Coordenadorias de 45 municípios do nosso estado e representantes a nível estadual e federal das Políticas Públicas para Mulheres.
Outra ação desenvolvida foi a distribuição de panfletos e fixação de cartazes alusivos à Semana Estadual de Combate ao Feminicídio (1º a 7 de junho) em alguns estabelecimentos da cidade, como farmácias, bancos, supermercados, equipamentos da saúde e assistência social, a qual se estendeu por todo o mês de junho devido às peculiaridades do período de pandemia e cuidados para evitar aglomeração. O dia D da Campanha, instituída pela Lei Estadual 5.502/2018, é comemorado em 1º de junho.
Outra forma de levar informações acerca desse assunto foi a inserção de panfletos nos pacotes de cestas básicas concedidas no mês de junho.
Também foi feita uma adaptação da cartilha virtual disponibilizada pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e elaborado folder com informações à população de Chapadão do Sul, contendo endereços e telefones dos órgãos de atendimento e orientações para prevenção, superação e erradicação de violência contra mulheres.
Essas informações virtuais estão sendo compartilhadas em grupos de WhatsApp e listas de transmissão com usuários da Política de Assistência Social no município, dada a impossibilidade de trabalhar com grupos presenciais nos CRAS e CREAS durante o período de isolamento social provocado pela Covid-19.
O primeiro registro de feminicídio em Mato Grosso do Sul ocorreu no ano de 2015 e, desde então, são mais de 140 vítimas, 30 delas só em 2019.
Precisamos falar sobre o assunto! O feminicídio é uma morte evitável! Não se cale! Denuncie! Peça ajuda!
#Quem ama NÃO mata! Quem ama NÃO maltrata!
Fonte: Prefeitura de Chapadão do Sul
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »