30/06/2020 às 11h03min - Atualizada em 30/06/2020 às 11h03min

Pessoas fazem filas quilométricas para receber cesta básica, em Goiânia

Segundo secretário de Assistência Social, aglomerações foram provocadas porque alguns beneficiários não respeitaram o horário previamente agendado para retirada das cestas.

A crise financeira e o desemprego causados pela pandemia de coronavírus fez com que centenas de pessoas se aglomerassem em filas para tentar receber cestas básicas que estão sendo distribuídas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), em Goiânia.

Durante a manhã desta terça-feira (30), uma grande fila com famílias inteiras, incluindo crianças e idosos, foi formada na unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no Bairro Floresta, na capital.

Aglomerações também haviam sido registradas durante a segunda-feira (29), na mesma unidade. Algumas pessoas chegaram no local às 5h da manhã para tentar receber os alimentos. Indignada, uma das beneficiárias reclamou da demorada no atendimento.

 

"Nós pegamos fila, temos problema de saúde e estamos aqui porque precisamos. Até agora não tomei café da manhã. Isso aqui não é brincadeira", disse.

 

De acordo com o secretário de Assistência Social, Mizair Lemes Júnior, as aglomerações foram provocadas porque alguns dos beneficiários não respeitaram o agendamento feito previamente, onde são estabelecidos horários e dias de entrega marcados pelos assistentes sociais.

"Nós programamos nossos atendimentos para não ter filas, nem aglomerações. Mas infelizmente alguns beneficiários não compreendem e acabam vindo fora do horário agendado e isso dificulta nosso trabalho", disse.
 

Ainda segundo o secretário, está prevista a entrega de 5 mil e 500 cestas básicas até a próxima sexta-feira e, por isso, não é necessário que pessoas formem filas enormes como aconteceram nos dois primeiros dias da semana.

"Não precisa apavorar pra vim correndo. Estão todas as cestas reservadas para cada pessoa. Não vai faltar cesta. Porém, a gente pede a compreensão de não vim se não estiver marcado, porque isso faz uma aglomeração sem necessidade", concluiu.

Fonte: G1Goiás


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »