05/06/2020 às 11h37min - Atualizada em 05/06/2020 às 11h37min

Vereador Paulinho da Mec Céu defende reajuste dos professores sem desigualdades

Integrante da Comissão de Finanças e Orçamento, na Câmara Municipal, o vereador Paulinho da Mec Céu, em Sessão Ordinária na segunda-feira (25), falou sobre o Projeto de Lei enviado pelo Poder Executivo para apreciação dos vereadores, que trata sobre o reajuste do piso salarial dos professores. Segundo o vereador, a proposta atende somente os professores contratados para as séries inicias e celetistas, não abrangendo os efetivos e comissionados.

Buscando ajustar alguns pontos do projeto, houve uma reunião da Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, com a Secretária de Educação e a Presidente da PREVCÉU, onde os vereadores pediram a retirada do PL, para as devidas adequações visando atender toda a classe.

- Não estou vendo interesse do Poder Executivo em retirar o Projeto de Lei para que sejam feitas as modificações. Estarei colocando no próximo PL uma emenda, solicitando um aumento de 14% para todos os funcionários. A redação do Projeto de Lei da forma atual, inclui até os servidores aposentados da PREVCÉU. Estão dizendo que na Câmara, três vereadores estão barrando o aumento dos professores. Pelo contrário! Estamos tentando ajustar o projeto para não prejudicar ninguém. Disse.

Preocupado, o vereador alertou sobre uma informação de que a Secretária de Educação, mencionou que poderia cortar as 12 aulas de reforço, se continuasse ocorrendo à queda do repasse do FUNDEB por conta dos efeitos da pandemia, das 40, que os profissionais têm direito a receber.

O vereador Paulinho da Mec Céu destacou que a rotina dos profissionais com as aulas virtuais tem sido ainda mais exaustiva, devido as pesquisas, organização das aulas, conversas com pais e alunos, além da preparação de conteúdos, que estão sendo adequados à realidade atual. Portanto, a retirada de aulas é injustificável.

Finalizou, pedindo que o prefeito não faça essa injustiça com os professores, pois os profissionais realizaram o concurso para 40 aulas semanais e nesse período de pandemia estão fazendo o possível para manter a qualidade de ensino em Chapadão do Céu.

Fonte: Câmara Municipal de Chapadão do Céu


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »