22/03/2020 às 14h38min - Atualizada em 22/03/2020 às 14h38min

Colégio Estadual Fruto da Terra em ação

Estamos em quarentena, mas não estamos de férias. Em respeito aos nossos alunos, o trabalho não pode parar!

As aulas no Colégio Estadual Fruto da Terra foram suspensas no último dia 16 de março, atendendo ao decreto da governadoria do Estado, que tomou tal medida com o intuito de prevenir e proteger os alunos e população em geral do contágio pelo corona vírus.
 No entanto, para que os alunos não ficassem prejudicados em seu aprendizado, a Secretaria Geral do Estado lançou a Resolução 02/2020, de 17 de março, que orienta as escolas de todo o estado a ministrarem aulas a distância, utilizando-se de todos os meios disponíveis necessários, orientação esta que foi abraçada com entusiasmo pela comunidade escolar do Colégio Estadual Fruto da Terra.
Através de aplicativos como o Google Classroom e o WhatsApp, disponíveis na internet, os professores, desde que foi lançada a resolução, interagem com os alunos aplicando atividades, passando trabalhos, tirando dúvidas e dando devolutivas, sem necessidade dos mesmos saírem de casa.
Com a tecnologia a serviço da educação, a criatividade dos alunos também é posta em movimento, a citar o aluno José Vinicius da Silva Santos, da 2ª série do Ensino Médio, que criou um aplicativo de uso mais fácil inclusive que o Google Classroom, destinado ao mesmo fim, o qual necessita apenas de mais alguns ajustes para ser usado em larga escala, e que será utilizado também quando as aulas se normalizarem.
É incrível ver a disponibilidade de professores, coordenadores e alunos nesse trabalho, até então nunca realizado de forma massiva, mas que agora, no momento de crise fará com que o aprendizado não pare, assim como não tem parado os grupos de professores, coordenadores e alunos no WhatsApp, no empenho para que o ensino a distância tenha grande êxito.  A diretora do Colégio, professora Zilda dos Anjos Neves, está gratificada e encantada com a mobilização de todos, e lembra que é necessária a ajuda da família. É preciso que os pais acompanhem e apoiem as aulas e atividades que os alunos recebem diariamente, para que quando retornarmos para dentro de nossa escola, a defasagem do tempo de crise não tenha sido significativa.

Fonte: COLÉGIO ESTADUAL FRUTO
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »