04/03/2020 às 15h07min - Atualizada em 04/03/2020 às 15h07min

Dupla é suspeita de trazer 8 mil pneus clandestinos do Paraguai para Goiás e deixar de pagar R$ 4 milhões em impostos

Motorista paraguaio e borracheiro de Goiás foram presos. Policiais disseram que grupo agia há seis meses e revendia pneus proibidos de rodar no Brasil pelo dobro do preço que adquiria.

A Polícia Militar desarticulou um esquema suspeito de trazer ao menos 8 mil pneus do Paraguai para o Brasil de forma clandestina. Um motorista paraguaio e um borracheiro de Goiás foram presos em flagrantes. Segundo a corporação, as peças eram adquiridas pela metade do preço de mercado no exterior e entravam no país sem pagar tributação. A estimativa é que cerca de R$ 4 milhões em impostos deixaram de ser arrecadados.

A ação foi realizada na noite de terça-feira (3) pelo Comando de Operações de Divisas (COD). O motorista foi abordado quando chegava em uma carreta com placas do Paraguai, na BR-153, em Itumbiara, região sul de Goiás.
Já o borracheiro que trocava e revendia os pneus foi localizado em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Ambos foram levados para a Polícia Federal, pagaram fiança e foram soltos.
De acordo com o tenente Luís Alves dos Santos, o esquema funcionava há cerca de seis meses. Ele explica como a dupla agia.
"A quadrilha é responsável por trazer, nos últimos meses, aproximadamente 8 mil pneus. Às vezes, os pneus vinham camuflados entre outras cargas, às vezes rodando na própria carreta, chegando ao seu destino, Goiânia ou Aparecida", explica.
Em seguidas, os pneus novos - de origem chinesa, mas sem certificação para rodar no Brasil - eram retirados e em seu lugar eram colocados outros de péssima qualidade.
A PM apurou que os pneus eram adquiridos no Paraguai por cerca de R$ 800 e revendidos no Brasil por R$ 1,5 mil. Pneus de referência para veículos pesados são comercializados em torno de R$ 1,8 mil.
 
Fonte:  G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »