28/02/2020 às 14h53min - Atualizada em 28/02/2020 às 14h53min

Vídeo mostra DJ sendo agredido por suposto lutador após festa em Goiânia

Rikelmy Lemos, de 19 anos, está em coma na UTI do Hugo. Estado de saúde é grave e tem piorado nos últimos dias, segundo médico.

Um vídeo mostra quando o DJ Rikelmy Oliveira Lemos, de 19 anos, é agredido por um suposto lutador após uma festa em Goiânia. Na imagem é possível ver que o DJ entra no meio da confusão para tentar separar a briga. Ele cai e passa a receber chutes e socos. Rikelmy está em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).
O médico Marcos Spadoni, que acompanha o caso do DJ, disse que o estado de saúde de Rikelmy é grave e tem piorado desde quando deu entrada no hospital, há cinco dias.
“Ele foi vítima de um traumatismo craniano muito grave. Chegou muito grave. Ele piorou bastante desde a chegada dele. Não havia nenhum tipo de cirurgia para fazer no momento que pudesse fazer com que ele melhorasse porque é um tipo de inchaço de fuso no cérebro”, comenta.
De acordo informações da Polícia Civil, depois de uma discussão, o lutador agrediu o homem com um soco no rosto, que já caiu ao chão desacordado.
Familiares e amigos do DJ se reuniram na porta do hospital em orações e pediram por justiça. “A justiça a gente quer que seja feita porque foi uma grande covardia, mas a gente espera mais a melhora dele. Que ele esteja vivo e saia sem lesão nenhuma. A gente tem fé que Deus vai fazer um milagre na vida dele”, diz a amiga Bárbara Rodrigues.
Bárbara afirma que as imagens mostram apenas o início da briga, e que Rikelmy ainda foi agredido pelas costas com um chute na nuca.
“Depois que conseguiu apartar a briga, na covardia, ele [lutador] veio e deu uma ‘bicuda’ nele [DJ Rikelmy ] pelas costas. Ele já caiu duro no chão”, conta.
00:00/04:45

Investigação

O delegado responsável pelo caso, Leandro Pinheiro, informou nesta sexta-feira (28) que está colhendo depoimentos de testemunhas e envolvidos na confusão. Segundo o delegado, estava com uma amiga numa festa de rua para comemorar o carnaval e, em dado momento, um jovem de 24 anos, apontado como lutador profissional de taekwondo, se irritou com outro amigo da mulher.
Pinheiro afirmou que a briga não foi isolada entre o DJ e o lutador, e que outras pessoas também saíram feridas. O inquérito começa a ouvir nesta semana os envolvidos e testemunhas da confusão.
"Foi uma grande briga grande, envolveu muita gente, estamos começando a ouvir as pessoas envolvidas e testemunhas. Ele [lutador] está na lista para ser ouvido, mas ainda não foi localizado. Qualquer um dos ouvidos na briga pode responder por lesão corporal grave. Teve mais pessoas agredidas", explica Pinheiro.
O boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil mostra que a amiga do DJ ressaltou que "a agressão foi tão violenta que o próprio agressor se assustou, tendo em seguida empreendido fuga do local".
 
Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »