05/02/2020 às 14h15min - Atualizada em 05/02/2020 às 14h15min

Moradores de Catalão que acharam filhote de onça voltam a ver um felino no mesmo local dois dias depois

Segundo veterinário do Cetas, bichinho parece não ser o mesmo resgatado no domingo (2), nas mesmas circunstâncias.

Os moradores de Catalão, no sudeste de Goiás, que encontraram um filhote de onça no domingo (2) à noite, deram a mesma “sorte” na noite de quarta-feira (4). O Corpo de Bombeiros foi chamado novamente e fez a captura de um felino no mesmo local.
Apesar de serem da mesma espécie, o veterinário Diogo Baldin, responsável pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), disse que parece não ser o mesmo filhote da primeira vez.
"Não aparenta ser o mesmo filhote. Precisamos de ter uma evidência maior para ter certeza", disse.
Segundo relato dos bombeiros, tudo foi muito similar ao que aconteceu no domingo à noite: a equipe foi chamada por pessoas que ouviram cachorros latindo na porta de casa e, quando foram ver, os animais estavam acuando o felino.
Os cães foram afastados pelos próprios moradores do local. Em seguida, o filhote foi colocado em uma caixa de papelão até a chegada do Corpo de Bombeiros.
Após o resgate, o animal foi deixado aos cuidados do Cetas, que é responsável por avaliar o bichinho e devolve-lo à natureza em segurança.

Oncinha parte 1

O primeiro encontro dos moradores do setor Marcone, em Catalão, com um filhote aconteceu na noite de domingo. Na ocasião, o pedreiro Jhonatha da Silva Pinho comentou que levou um susto, porque, à princípio, achou que tratava-se de um gatinho.
"Nós achamos que era um gato, chamamos os bombeiros, e os bombeiros falaram que era uma onça. Levei um susto muito grande mesmo", disse.
Com pelinho claro, manchinhas pretas pelo corpo e olhos azuis, o felino foi irresistível para quem o viu e vários moradores fizeram fotos com o animalzinho.
O animalzinho resgatado no domingo à noite foi identificado pelo Cetas como um macho de cerca de quatro meses de vida, saudável, que já foi devolvido à natureza em segurança.
 
 
 
Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »