29/01/2020 às 15h26min - Atualizada em 29/01/2020 às 15h26min

Aos 41 anos, zagueiro pentacampeão Lúcio anuncia aposentadoria: "Muito orgulho"

Campeão mundial com a Seleção em 2002, zagueiro teve passagens por Inter, São Paulo, Palmeiras, Bayern de Munique, Inter de Milão e Juventus, entre outros clubes

Aos 41 anos, prestes a completar 42, com passagens marcantes por grandes clubes do Brasil e da Europa e títulos mundiais no currículo, Lúcio decidiu que é hora de parar. O zagueiro, que disputou as duas últimas temporadas pelo Brasiliense, anunciou a aposentadoria nesta quarta-feira no Globo Esporte.
Natural de Planaltina, no Distrito Federal, o zagueiro jogou profissionalmente por 22 anos e vestiu camisas de clubes como Inter, São Paulo, Palmeiras, Inter de Milão e Juventus, da Itália, Bayer Leverkusen e Bayern de Munique, da Alemanha. Pela Seleção, foi campeão mundial em 2002.
– É um dia especial para mim. Hoje eu encerro minha carreira como atleta profissional de futebol. Com muito orgulho, muita gratidão a Deus, gratidão ao Brasil, ao Rio Grande do Sul, à minha família, a todos que direta ou indiretamente me apoiaram durante esse tempo – disse o agora ex-jogador.
As relíquias e lembranças da carreira estão reunidas em um museu particular, localizado no escritório do jogador em um shopping de Porto Alegre. São camisas, chuteiras, réplicas das taças e medalhas que conquistou durante a carreira vitoriosa no futebol. Oficialmente aposentado, o agora ex-zagueiro diz que vai dedicar mais tempo à família, mas pretende seguir em outras áreas do futebol.
Lúcio ganhou destaque no futebol no Beira-Rio. Contratado junto ao Guará-DF em 1997 após sofrer uma goleada por 7 a 0 do Inter na Copa do Brasil, o então Lucimar desembarcou em Porto Alegre para atuar pelos juniores. Guto Ferreira, então técnico da categoria, foi quem deu o nome pelo qual o zagueiro seria conhecido internacionalmente.
O jovem zagueiro recebeu a braçadeira de capitão e liderou o time que conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 1998. Foi promovido ao grupo principal do Inter e ficou no clube até 2000, antes de ser vendido ao Bayer Leverkusen. Foi campeão mundial com a Seleção de Felipão na Copa de 2002, no Japão e na Coreia do Sul, e depois foi vendido ao gigante Bayern de Munique.
Após oito anos de Alemanha, Lúcio mudou de país e rumou para a Itália. E, na Inter de Milão, sob o comando de José Mourinho, a quem considera o melhor técnico com quem já trabalhou, conquistou a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes em 2010. Ainda atou na Juventus antes de retornar ao Brasil para vestir as camisas de São Paulo e Palmeiras.
* Com produção de Tomás Hammes
 

Fonte: GloboEsporte
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »