29/01/2020 às 15h23min - Atualizada em 29/01/2020 às 15h23min

Mãe realiza sonho do filho ao convidar PMs para festa de aniversário em Orizona: 'Chorava de emoção'

Menino de 9 anos quer ser policial e não esperava a presença da equipe. Policial se surpreendeu com a reação da criança: 'Nos sentimos lisonjeados'.

A dona de casa Wadinele Marques realizou o sonho do filho, Paulo Vitor da Silva, ao convidar a equipe da Polícia Militar para a comemoração de 9 anos dele, em Orizona, no sul de Goiás. Segundo ela, o menino é fã da corporação e desejava ganhar uma festa de aniversário com a presença dos PMs.
Wadinele conta que, apesar de o filho pedir para que o aniversário fosse com tema da Polícia Militar, ele não imaginava que os policiais seriam convidados para fazer parte da festa.
“O Paulo chorou muito quando viu os policiais chegando com a sirene ligada, ele só falava: 'Mãe não acredito que você fez isso' e chorava de emoção. Eu vi nos olhos dele a emoção, ele quer mesmo ser policial, é fanático”, conta.
A mãe de Paulo Vitor organizou tudo com direito a decoração personalizada com o tema da Polícia Militar, incluindo lembrancinhas, bolo com algemas desenhadas e copos com a logo da PM. Mas a melhor parte, segundo ela, ficou por conta da surpresa do menino com a presença dos policiais.
"Meu filho não sabia da presença dos policiais, nem mesmo os convidados da festa sabiam, todos ficaram assustados ao ver as viaturas chegando. Eles acharam que era briga do lado de fora ou algo do tipo, mas foi surpresa mesmo, e foi emocionante", disse a mãe.
O sargento Rondinelli Rosa Costa contou que deslocou dois carros da corporação para a casa de Paulo Vitor, onde ele e outros três policias chegaram com a sirene ligada.
"A recepção foi bastante calorosa, nos sentimos bem confortáveis. Ao entrar na casa da família, observamos a decoração direcionada à Polícia Militar e isso mexeu com toda a equipe, nos sentimos lisonjeados", disse o sargento.
Segundo Wadinele, a família tem um amigo que é policial e Paulo, desde que o conheceu, se interessou pela profissão e passou a gostar da corporação. De acordo com o sargento Rondinelli, foi uma "honra" realizar o sonho do garoto.
"Ver uma criança de apenas 9 anos e que já desperta o sonho de ser um policial militar, para nós é muito importante, principalmente nos dias atuais, onde vemos constantemente tanta violência", afirma.

Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »