10/12/2019 às 14h49min - Atualizada em 10/12/2019 às 14h49min

Enel abre inscrições a programa que oferece até 65% de desconto na conta de luz em Goiás

As inscrições estão abertas a moradores de Goiânia, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia, até 12 de dezembro.

Famílias de baixa renda já podem se inscrever no programa Tarifa Social de Energia Elétrica para receber descontos de até 65% na conta de luz. A distribuidora de energia elétrica Enel recebe cadastros de clientes que moram em Goiânia, Senador Canedo e Aparecida de Goiânia até quinta-feira (12). Veja ao final da reportagem quando e onde cadastrar-se no programa.
Para receber o benefício, os interessados precisam fazer inscrição no Cadastro Único do governo federal (CadÚnico) em qualquer Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e procurar o atendimento da empresa com os seguintes documentos:
  • RG;
  • CPF;
  • Número de Inscrição Social (NIS) ou Número do Benefício (NB);
  • Conta de energia.
No momento da inscrição, a empresa também oferece a troca de lâmpadas comuns por lâmpadas de LED, que são mais econômicas.
Os cadastros estão organizados para acontecer em datas e locais específicos. Confira quando e onde se inscrever de acordo com a sua cidade:
  • Terça-feira (10): Cras Central e Cras Galvão, em Senador Canedo;
  • Quarta-feira (11): Cras do Jardim Curitiba, em Goiânia, e em Aparecida de Goiânia, no CRAS Nova Cidade e Cidade Vera Cruz;
  • Quinta-feira (12): Cras Vera Cruz e Garavelo, em Goiânia e Aparecida de Goiânia, respectivamente.

Regras

As famílias interessadas devem ter cadastro do CadÚnico atualizado há menos de dois anos
A renda familiar mensal, por pessoa, deve ser menor ou igual a meio salário mínimo;
Podem se inscrever famílias que tenham CadÚnico atualizad, renda mensal de até três salários mínimos e morem com portador de doença crônica, cujo tratamento necessite do uso contínuo de equipamentos vitais que dependam de energia elétrica (Cliente Vital);
Beneficiários do Benefício de Prestação Continuada também podem se inscrever – idosos ou pessoas com deficiência que tenham renda familiar de até 1/4 do salário mínimo por pessoa.
 
Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »