24/10/2019 às 14h43min - Atualizada em 24/10/2019 às 14h43min

Goiânia comemora 86 anos com quase 500 praças de lazer e convivência

Espaços unem elementos da natureza à modernidade dos pontos urbanos. Pessoas de todas as idades frequentam locais para momentos de confraternização, brincadeiras e relaxamento.

Conhecida por sua conexão com o verde, Goiânia chega aos 86 anos com diversos espaços de lazer e convivência. Unindo elementos da natureza à modernidade dos centros urbanos, as praças da capital servem como pontos de encontro para pessoas de todas as idades.
De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação, Goiânia conta com 480 praças. Nos locais, crianças, adultos e idosos aproveitam para confraternizar, relaxar, praticar atividades físicas e brincar.
O encarregado de compras Mário Fogaça, de 37 anos, conta que toda semana leva o filho Matheus, de dois anos e meio, à Praça do Sol, no Setor Oeste. O local conta com um espaço kids, onde o filho gosta de brincar.
“Toda semana venho para cá ficar brincando com ele. É um diferencial da capital em relação a outras cidades, além de deixar a cidade mais bonita também. Essa é uma das que mais gosto”, diz.
Sentado em um banco na Praça do Sol, o porteiro Eurípedes Luiz da Silva, de 54 anos, aguarda o horário de uma consulta médica em um prédio comercial que fica em frente. Para ele, é uma forma de “passar o tempo” em um lugar mais tranquilo.
O entregador por aplicativo Fernando Lima da Silva, de 32 anos, também aproveita o intervalo entre uma entrega na Praça T-25, no Setor Bueno. É o local que ele mais frequenta na região.
“Aqui é a praça que eu mais passo, muito por causa do trabalho. Sento no banco e fico esperando a próxima chamada. Aproveito que essa praça aqui é tranquila, porque muitas são cheias de malandragem, aí tem algumas que a gente deixa de ir por causa disso”, afirma.
Para o arquiteto e urbanista Luiz Fernando Cruvinel, as praças estimulam o convívio e a interação entre as pessoas. Ele também comenta que uma praça bem cuidada ou revitalizada pode mudar a dinâmica do bairro onde está inserida.
“Após o trabalho de revitalização, ela voltou a ser utilizada e mudou toda a dinâmica do Setor Oeste”, comenta sobre a Praça do Sol.
Visando estimular a revitalização das praças por meio da sociedade civil, a prefeitura de Goiânia lançou o programa “Adote uma Praça”, em agosto. De lá para cá, 12 áreas já foram “adotadas” como espaços de convivência para a população.
 
Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »