08/08/2019 às 10h21min - Atualizada em 08/08/2019 às 10h21min

Juiz manda internar adolescente suspeito de estuprar e matar vizinha de 15 anos que não quis namorar

Fonte: G1
Fonte: G1
O adolescente de 17 anos apreendidosuspeito de estuprar e matar a vizinha de 15, em Cristalina, teve a internação provisória determinada pelo juiz Thiago Inácio de Oliveira, em substituição na 1ª Vara Cível, Infância e Juventude da cidade no entorno do Distrito Federal. Amanda Silva foi morta na sexta-feira (02).O menor passou por uma audiência preliminar. Segundo a Justiça, ele compareceu acompanhado de advogado e dos pais e permaneceu em silêncio. O G1 não conseguiu o contato da defesa do rapaz.O jovem foi apreendido pela Polícia Militar logo após o corpo de Amanda ser encontrado despido e esfaqueado dentro de uma casa. Aos militares ele teria contado, segundo registro feito na delegacia da cidade, que se a garota tivesse aceitado namorá-lo o crime não teria ocorrido.Na decisão, o juiz determina que o jovem fique internado, incialmente, por 45 dias. Nesse período, segundo a Justiça, deve sair a sentença relativa ao caso. O rapaz foi levado a um centro de internação em Goiânia e vai responder, segundo a decisão, por ato infracional análogo aos crimes de estupro e homicídio.Ainda segundo a Justiça, a audiência de continuação já foi agendada para produção de provas e para que o magistrado possa ouvir testemunhas, arroladas tanto pela acusação quanto pela defesa.O adolescente terá de comparecer nessa ocasião, oportunidade em que, se for o caso, poderá ser ouvido novamente. No entanto, a data não foi divulgada.Acolhendo o parecer do Ministério Público, o juiz já determinou outras providências, como a juntada dos laudos de exame cadavérico e corpo de delito por prática sexual, bem como perícia para instrução e solução do caso.
O crime
A adolescente foi morta a facadas, quando voltava da escola. Segundo a polícia, Amanda foi ameaçada com uma faca no pescoço e arrastada para a casa do vizinho que tinha mudado para o local há três meses.O pai da vítima, que é cadeirante, ainda ouviu os gritos de socorro da adolescente e pediu ajuda de outros vizinhos. Eles tiveram dificuldade de entrar na casa do suspeito, que havia escorado a porta com uma geladeira.O menor foi apreendido após tentar fugir. De acordo com a Polícia Civil, no caminho para a delegacia, o menor contou sobre a recusa da menina para o namoro. Ele relatou que esperou a vítima na porta de sua casa e com a faca a obrigou entrar.
 
Fonte: G1
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »