01/08/2019 às 10h40min - Atualizada em 01/08/2019 às 10h40min

82ª Festa do Senhor Bom Jesus, o Santo Fujão da Capela será realizada de 02 a 04 de agosto, em Costa Rica

Assecom PMCR
Em 2019 acontece a 82ª Festa do Senhor Bom Jesus, entre 02 e 04 de agosto. Na sexta-feira (02) a comunidade se reúne na missa especial de abertura, sobe o mastro e declara abertura da festa com o Baile Leilão de Prendas.
No sábado (03) a programação continua após a missa, e na madrugada de domingo (04) centenas de devotos e pagadores de promessa percorrem 22 quilômetros de Costa Rica até a Capela. No caminho, encontra 15 estações – pequenas capelas, onde os fiéis exercem a fé e renovam forças para seguir o caminho.
Além da caminhada a pé, há grupos de cavalgada e ciclismo com partidas em horários distintos, mas com o mesmo intuito: celebrar e agradecer ao Senhor Bom Jesus. A festividade se encerra no domingo com grande almoço e Leilão de Gado.
A lenda do Santo Fujão
Fé e folclore se misturam na tradição do Senhor Bom Jesus, que teve início no século XVIII com a chegada do Major Martin Gabriel de Melo Taques, e sua esposa, Ana Fausta Garibaldina de Melo Taques. O casal trouxe o santo para a região de Baús em 05 de agosto de 1838. Muito devota, Dona Ana fez uma pequena capela onde colocou imagens de diversos santos.
Com a morte da esposa o Major juntou suas coisas e pegou a estrada de volta para São Paulo, mas nunca chegou ao seu destino. No meio do caminho veio uma forte tempestade e um raio matou dois bois, justamente do carro que carregava a imagem do Senhor Bom Jesus. O fato foi entendido como um aviso dos céus e o Major decidiu voltar ao povoado e deixar a imagem por lá.
A tradição religiosa da família Melo Taques foi mantida pelos moradores da região, que resolveram construir uma nova igrejinha para abrigar o santo. No dia seguinte à mudança, a surpresa: o Senhor Bom Jesus havia voltado para a antiga capelinha. Assombrados, os moradores levaram o Santo Fujão novamente para a igreja construída, mas a imagem de cerca de 1,70 m de altura teimava em reaparecer na capelinha da zona rural. Para resolver de vez a questão, os devotos decidiram cortar os pés do Senhor Bom Jesus. E desde então ficou conhecido como Santo Fujão.
Todos os anos no primeiro domingo de agosto, os devotos mantém a tradição em homenagem ao Santo Fujão. Peregrinos do Brasil inteiro se encontram na caminhada da fé, que acontece de madrugada. Cerca de 1300 pessoas percorrem os 22 quilômetros entre a Igreja Matriz de Santo Antônio de Pádua na praça central de Costa Rica e a Capela do Nosso Senhor Bom Jesus.
Assecom PMCR
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »