31/07/2019 às 17h00min - Atualizada em 31/07/2019 às 17h00min

Chinês pega três anos de prisão por contrabando de iPhone falso nos EUA

Esquema também envolveu iPads e causou prejuízo milionário à Apple.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira (30) a condenação de um chinês envolvido em contrabando de iPhones e iPadsfalsificados para aquele país. Jianhua Li terá de cumprir pena de 37 meses (três anos e um mês) em regime fechado devido ao golpe contra a Apple. Depois deste período, ele ainda passará por mais um ano em regime aberto, numa espécie de liberdade condicional supervisionada. O esquema de Li incluía o envio de equipamentos falsos da empresa da maçã em embalagens separadas para evitar fiscalização de agentes alfandegários. De acordo com o portal CNET, o criminoso movimentou mais de US$ 1,1 milhão em vendas, equivalente a R$ 4,1 milhões.
O próprio suspeito reconheceu o crime diante de uma corte de Nova Jersey. Além do efetivo tráfico de bens falsificados, ele também foi condenado por conspiração para este tipo de atividade.
Os iPhones e iPads falsificados eram distribuídos para comparsas em diversos pontos dos Estados Unidos. Ao menos três envolvidos no golpe já haviam se apresentado à Justiça norte-americana.
A Apple é constantemente alvo de contrabando e pirataria. Em abril foi descoberto esquema similar, também nos Estados Unidos, em que estudantes de engenharia se utilizavam da rede de assistência técnica para trocar iPhones falsificados por originais. A movimentação causou prejuízo de US$ 895 mil.
Já no Brasil, os roubos de iPhones são o principal motivo para que a companhia compartilhe informações com autoridades.
Com informações: CNET e Departamento de Justiça dos EUA (1 e 2)
Fonte: TechTudo
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »