22/07/2019 às 15h07min - Atualizada em 22/07/2019 às 15h07min

Casal que se reencontrou e casou após 50 anos conta que está surpreso e feliz com repercussão da história

Aposentada Maria José Pereira conta que após reportagens, ela e o marido recebem ligações constantemente de familiares e amigos.

Os aposentados Josino Gusmão, de 85 anos, e Maria José Pereira, de 82, contam que estão surpresos com a repercussão que a história de amor deles teve. Eles se reencontraram após mais de 50 anos e se casaram no início do ano, em Goiânia. Com a divulgação da história, o casal começou a receber vários telefonemas de parentes e amigos. “Estamos muito felizes com isso”, disse Maria.
Os dois se conhecem desde de 1957 e ficaram sem se ver por pelo menor 30 anos. Mas, em março deste ano, eles conseguiram se reencontrar após a idosa pedir que uma sobrinha procurasse por Josino em uma rede social. E não é que deu certo? Os dois não só se viram, como assumiram o amor para os filhos dos casamentos anteriores e trocaram alianças no dia 3 de maio.
“A matéria passou na TV Anhanguera e agora no Fantástico. Toda hora é alguém ligando e comentando que nos viu. Teve até uma sobrinha que perguntou porque não chamei para o casamento, mas disse que se fosse tentar chamar todo mundo, não teria como”, disse a aposentada.
Agora, eles esperam que o exemplo dos dois inspire mais pessoas a viver essas histórias de amor.
A história dos dois começou com uma amizade. Compadres e ex-vizinhos em Goiânia, eles só viram a possibilidade de ficarem juntos no fim dos anos 60, após Maria José ficar viúva e, logo depois, Josino se separar do primeiro casamento.
“Eu pensei: 'Os meninos não vão me aceitar'. Eram todos pequenos, eu já tinha dois e ela tinha cinco filhos”, lembrou ele.
Maria José tinha pouco mais de 30 anos e ficou viúva com os cinco filhos ainda crianças. Era professora do estado e criou os três meninos e as duas meninas. Para complementar a renda, ela vendia, de porta em porta, roupas que comprava em São Paulo. Vinda de Niquelândia, no norte de Goiás, foi mãe e pai ao mesmo tempo.
Os anos foram se passando e ela se dedicava exclusivamente à criação dos filhos, mas não nega que sempre lembrava do Josino. O aposentado contou que até tentou uma reaproximação há cerca de 30 anos. Foi até a casa de Maria, mas ficou outra vez com medo da reação dos filhos dela.
“Com os meninos já grandes, eu falei: 'Agora que piorou'. E não me deu coragem de convidar ela para ser minha companheira”, afirmou Josino.
O tempo passou e foi de Maria José que veio a coragem para reviver esse amor, no dia 24 de março deste ano.
“Eu comecei com um sonho. E sonhei com ele. Aí eu falei com a minha sobrinha se ela sabia olhar no celular e achar ele”, disse Maria.
 
Fonte: G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »