26/06/2019 às 16h02min - Atualizada em 26/06/2019 às 16h02min

Suspeitos de assalto a bancos são baleados em troca de tiros com a polícia, em Goiânia

Equipes das forças especiais da Polícia Militar encontraram explosivos, armas, drogas, um carro roubado e outros objetos usados em assaltos.

Três suspeitos de assaltar bancos foram baleados em troca de tiros com policiais das forças especiais da Polícia Militar, em Goiânia. O confronto aconteceu na manhã desta quarta-feira (26), no Setor Olinda. Na casa em que o trio estava foram encontrados explosivos, armas, drogas, um carro roubado e outros objetos usados em assaltos a bancos.
Os três baleados foram levados para o Cais Amendoeiras. O G1 tenta contato na unidade para saber o estado de saúde dos pacientes, mas as ligações feitas entre 12h40 e 13h não foram atendidas.
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia disse, por e-mail, que não repassa estado de saúde.
O tenente Bruno Cortela Leite da Silva, do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva (Giro), contou que a equipe recebeu uma denúncia anônima de que um carro roubado foi visto na região. Com uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope), eles encontraram a casa em que o carro estaria.
“[Entramos] e fomos recebidos a tiros. Três foram atingidos e socorridos com vida para um hospital. Após averiguações, encontramos artefatos explosivos, armamentos e munições de grosso calibre”, detalhou.

Explosão

As equipes especiais da PM apuraram que a quantidade de explosivos encontrados seria suficiente para destruir uma agência bancária. Como é de procedimento da polícia, esse material foi detonado.
Para garantir a segurança das pessoas que moram na região, os policiais enterraram esses explosivos em um terreno vazio, a cerca de um metro de profundidade, e cercaram cerca de três ruas da região. As pessoas que moram nas casas desse cerco foram evacuadas para evitar possíveis danos.
O explosivista, vestido com uma roupa especial, se aproxima do ponto e depois se afasta para fazer a detonação. No local, ele confere se todo o material está adequado para a explosão e, momentos depois, sirenes são acionadas para avisar e, em seguida, o material explode.
Fonte:G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »