27/12/2018 às 19h31min - Atualizada em 27/12/2018 às 19h31min

Mulher que abandonou o filho recém-nascido em Aparecida de Goiânia se apresenta a polícia

 A mulher que deixou a maternidade com o bebê e em seguida abandonou a criança no Centro de Aparecida de Goiânia foi localizada na noite desta quinta-feira (27). Ela se apresentou no Conselho Tutelar da região onde também foi ouvida pela delegada responsável pelo caso, Cybelle Silva Tristão. Em depoimento, ela confessou que teve um relacionamento extraconjugal e engravidou, mas não queria que o marido descobrisse a traição.
 
De acordo com a delegada Cybelle Silva Tristão, a mãe, em depoimento, afirmou que é casada há 18 anos e teve um relacionamento extraconjugal com um amigo e que teria engravidado dele. Desesperada, a ela conseguiu esconder a gravidez durante os nove meses tanto do marido como da filha.
“A própria filha da mulher confirma a versão. Ela disse que não soube da gravidez da mãe, já que a barriga não cresceu e ela não apresentou nenhum sinal de gravidez”, explica Cybelle.
No depoimento, a mulher também relatou que cuidou de todos os procedimento do parto da criança sozinha. “Ela saiu no dia 23 para passar uma mala de roupas, passou mal e foi sozinha para a UPA do Brasicon, onde teve a criança. Depois foi transportada pelo Samu para a Maternidade Marlene Teixeira, onde saiu com o bebê antes da alta médica”, diz a delegada.
 
A mulher também disse a delegada que não tinha a intenção de abandonar a criança, que foi um ato de desespero e que seu objetivo era entregar o recém-nascido para uma pessoa por 15 dias, pois ela imaginava que, nesse período, conseguiria resolver sua situação e contar para o marido sobre a gravidez. A mãe, que prestou depoimento acompanhada de um advogado, afirmou ainda que vai tomar todas as providências para conseguir a guarda do bebê novamente.
A criança, que estava com uma infecção no umbigo, foi novamente encaminhada para a Maternidade, mas recebeu alta ontem e agora está em um abrigo em Aparecida de Goiânia. A decisão sobre a guarda do recém-nascido está a cargo do juizado da infância.
Segundo a delegada, a mulher vai responder pelo artigo 134 do Código Penal que se trata de abandono de recém-nascido, no entanto, a pena pode pode ser leve em razão das circunstâncias apresentadas e o histórico de vida da mulher.
O caso 
A mulher abandonou o bebê recém-nascido, na última segunda-feira (24), no Centro de Aparecida de Goiânia. Após dar à luz em uma maternidade na Vila Brasília, ela deixou o hospital com a criança e a ofereceu para terceiros. O caso foi registrado na manhã desta quarta-feira (26) na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente do município.
 
De acordo com informações do presidente do Conselho Tutelar da zona 145, Iron Cordeiro, a mulher deu à luz a criança, do sexo masculino, no último domingo (23). No dia 24, véspera de Natal, ela teria saído do hospital com a criança, mesmo sem ter recebido a alta médica.
 
Fonte: Mais Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »