16/05/2019 às 14h02min - Atualizada em 16/05/2019 às 14h02min

Secretaria de Saúde confirma duas mortes por H1N1 em Goiânia

Os dois faziam parte do grupo de risco e não tinham se vacinado contra a gripe, de acordo com a secretaria. Taxa de vacinação em 2019 ainda é considerada baixa.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta quinta-feira (16) a morte de duas pessoas pelo vírus H1N1, em Goiânia. Essas são os primeiros óbitos confirmados este ano. Elas não tinham se vacinado contra a gripe e faziam parte dos grupos de risco. A taxa de vacinação ainda é considerada baixa na campanha de 2019.
A primeira morte, de um homem de 53 anos e obeso, aconteceu no dia 24 de abril. Já a vítima foi uma idosa, de 81 anos. Ela morreu no dia 1º de maio. O exame que comprovou a doença foi feito no Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen).
Segundo a Superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, o número de pessoas vacinadas ainda é baixo nos grupos de risco. “Estamos com 65% do público-alvo vacinado. Entre os idosos, estamos próximo da meta de 90%. Mas entre gestantes e crianças, por exemplo, o número é baixo”, disse.
Veja os pontos de vacinação contra a gripe em Goiânia.
Flúvia destacou ainda que as pessoas este ano ainda não se conscientizaram sobre a importância da vacinação. “Ela vem para evitar a morte. Ano passado tivemos filas para a vacinação. Esse ano, estamos tendo que noticiar as primeiras mortes, infelizmente”, completou.
Fonte:G1Goiás
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »